Blog

#Inbound Marketing

O que é remarketing e como aplicar?

15 de maio de 2023|Postado por: Black Beans

O remarketing é uma estratégia de marketing digital que visa alcançar pessoas que já tiveram contato com a sua marca ou produto. A ideia é utilizar anúncios personalizados para fazer com que esses usuários voltem a interagir com o seu negócio e, eventualmente, se convertam em clientes.

Uma forma eficaz de manter a sua marca na mente dos usuários e incentivá-los a tomar uma ação, como finalizar uma compra ou preencher um formulário, é usar a estratégia de remarketing. Além disso, essa estratégia permite que você alcance pessoas que já demonstraram interesse em seu produto ou serviço, aumentando as chances de conversão.

Ficou curioso(a)? Continue a leitura e saiba o que o Fagner de Sousa, CMO/Diretor de Marketing da Black Beans, falou sobre o assunto, na websérie Segunda que Rende, no nosso canal do YouTube.

Entendendo remarketing

Quando se fala com pessoas que não participam do universo profissional do marketing digital e elas são impactadas por uma estratégia de remarketing, é comum que elas tenham uma percepção curiosa e, muitas vezes, uma reação de espanto. Por exemplo, já tive amigos que me disseram: “Cara, apareceu aqui um tênis para eu comprar. Parece uma mensagem divina, porque eu acho que  preciso comprar esse tênis e ele apareceu para mim com um grande desconto”.

Na verdade, meu amigo foi impactado por uma ação de remarketing. Ao entrar em um determinado site de e-commerce e clicar em um produto, ele forneceu informações sobre o seu interesse e, a partir daí, a empresa lançou mão de estratégias para o fechamento da venda. Neste caso, pontualmente, a oferta de um desconto resultou em êxito.

Portanto, o comportamento do usuário na internet tem como consequência a geração de anúncios e de oportunidades direcionadas a cada perfil.

Uma dica para aproveitar a estratégia de remarketing é abrir o produto desejado e esperar que a magia aconteça. Se a estratégia de remarketing for bem feita, provavelmente você receberá um anúncio com alguma oportunidade de desconto, cupom ou algo que faça você sentir mais vontade de comprar o produto. Basicamente, a estratégia de remarketing consiste em impactar o usuário com uma ação por meio de um anúncio.

Saiba onde usar o remarketing

As estratégias de remarketing podem ser usadas em diversos canais, contudo, os mais usados são os seguintes:

Google Ads: o Google Ads é uma plataforma de publicidade que permite exibir anúncios em pesquisas do Google, sites parceiros e canais do YouTube. Com o remarketing no Google Ads, é possível exibir anúncios personalizados para usuários que já visitaram o seu site ou aplicativo.

Facebook Ads: esta plataforma de publicidade permite exibir anúncios no Facebook, Instagram e outras redes sociais do Facebook, assim, pode-se criar anúncios personalizados para usuários que já interagiram com a sua marca nas redes sociais ou visitaram o seu site.

E-mail marketing: o remarketing também pode ser aplicado no e-mail marketing, enviando mensagens personalizadas para usuários que demonstraram interesse em um produto ou serviço, mas não finalizaram a compra.

Como criar uma campanha de remarketing

O remarketing, para dar resultado, precisa seguir algumas etapas básicas:

1. Coleta e análise de dados: o primeiro passo para aplicar o remarketing é coletar dados dos usuários que já interagiram com o seu negócio, como visitantes do seu site, usuários que baixaram um e-book ou preencheram um formulário, por exemplo. É importante ter um sistema de coleta de dados e uma estrutura de data analytics para examiná-los.

2. Segmentação de público: após coletar os dados, é hora de segmentar o público em diferentes grupos, de acordo com os interesses e comportamentos demonstrados. Por exemplo, usuários que abandonaram o carrinho de compras podem ser segmentados em um grupo específico, enquanto aqueles que baixaram um e-book podem ser segmentados em outro.

3. Criação de anúncios personalizados: o próximo passo é criar anúncios personalizados para cada grupo de público. É importante utilizar mensagens relevantes e atrativas, que incentivem os usuários a tomar uma ação, como finalizar uma compra ou preencher um formulário.

4. Configuração de campanhas: com os anúncios criados, é hora de configurar as campanhas de remarketing em plataformas como o Google Ads ou o Facebook Ads. É possível configurar diferentes tipos de campanhas, como anúncios em display ou anúncios em vídeo.

5. Monitoramento e ajustes: por fim, é fundamental monitorar os resultados das campanhas de remarketing e realizar ajustes constantes para otimizá-las. Analise as métricas, como o número de conversões e o custo por conversão, e faça testes com diferentes formatos de anúncio e segmentações de público.

Quer saber mais?

Se você quer mais informações sobre este assunto, assista ao episódio 47 da websérie Segunda que Rende no canal do YouTube da Black Beans. Você poderá aproveitar insights e exemplos valiosos do nosso Diretor de Marketing, Fagner de Sousa. Clica no link O que é remarketing e como aplicar para conferir! 

 

Compartilhe:

Posts Relacionados

#Marketing Digital

TikTok – Uma ferramenta poderosa no marketing digital

Você ainda fala que TikTok é dancinha? Opa, então você precisa ler este artigo! O TikTok se estabeleceu como uma plataforma de mídia social extremamente popular, ganhando destaque nos últimos...

Continuar lendo

#Marketing Digital

O poder da cauda longa para o marketing e vendas

O que é cauda longa? Se você ainda não conhece este conceito, esse é o momento de ficar por dentro de uma das principais estratégias de marketing e, principalmente, do marketing digital. Este...

Continuar lendo

Bora conversar?

Só se for agora

Nossos

parceiros